Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Embora nos dicionários pareçam se confundir os significados das palavras “sinceridade” e “franqueza”, na prática pode-se observar que há uma diferença.

Diferença entre sinceridade e franqueza Em ambas há a necessidade da exposição de um problema alheio que a outro incomoda.

Sinceridade é a contextualização de um problema causado por outro, abordado com alguns cuidados em relação à pessoa que está sendo reclamada; já a franqueza diz respeito à exposição direta de um problema causado pelo reclamado. Ser franco é dizer “na lata” aquilo que considera negativo, sem se importar com as consequências. Quando se é sincero, busca-se poupar o reclamado de um julgamento pessoal, persuadindo-o a evitar tal ação negativa.

Exemplos de sinceridade e de franqueza

Se uma pessoa com mau cheiro pergunta se há odor nela, responder que sim é sinceridade; mas, a depender da forma como se responda, tal resposta poderá ser considerada franca.

A franqueza pode também expressar um desabafo. Se você já não suporta o mau cheiro daquela pessoa, você pode dizer a ela com franqueza que seu odor muito o incomoda.

Quando se usa a sinceridade, a linguagem é suave, compreensível e leva o indivíduo à compreensão de que o mau cheiro é desvantajoso. Já na franqueza não importam as consequências pessoais que acarretarão ao reclamado. As palavras quase sempre são pouco assimiláveis, frias e inconsequentes.

A franqueza pode ser espontânea e guiada por fortes emoções; a sinceridade é trabalhada e adaptada a cada circunstância.

Aqui há abertura para outros pontos de vista que possa haver em relação aos significados de tais palavras. Inclusive seria muito bom se você pudesse colaborar compartilhando também o seu ponto de vista.

P.S: Cadastre seu e-mail no formulário abaixo para ser avisado sempre que postarmos um novo artigo (será necessário confirmar o pedido por e-mail!):

 

Receber atualizações do nosso Blog?

Deixe seu e-mail abaixo: