(62) 98505-8357 (WhatsApp) [email protected]
Tempo estimado de leitura: 3 minutos

 

Se você está pensando em escrever um conto, mas não tem familiaridade com o gênero, trago boas notícias. Este guia, além de situá-lo melhor sobre o tema, irá inspirá-lo a deixar de lado todas as desculpas e já começar a colocar tudo no papel.

Uma coisa é fato: todo amante de literatura adora se aventurar incansavelmente pelas páginas de um romance. Como, então, negar o prazer que só pode ser causado pelo impacto de um bom conto?

Se ler um romance é um longo passeio cheio de descobertas emaranhadas, a leitura de um conto só pode ser comparada com o despencar de uma montanha-russa – a experiência é curta e repentina, mas capaz de deixar qualquer um sem fôlego.

 

Todo mundo pode escrever um conto?

 

Claro que sim. Escrever um conto é uma ótima opção para escritores de primeira viagem que desejam desenvolver seu estilo de escrita. Ou também para aqueles que estão passando por um bloqueio criativo e querem colocar ideias em prática.

Se você tem vontade de se tornar um contista ou simplesmente gostaria de testar sua criatividade e escrever um conto, prepare já seu espaço de anotações. As informações a seguir serão valiosas para a sua jornada!

 

Mas o que faz de um conto, um conto?

 

Quando lemos um conto, sabemos que se trata de um conto, e não de um romance ou uma novela. Mas onde está toda esta distinção do conto que, superficialmente, parece apenas natural? Será que no seu número reduzido de páginas? Não é tão simples assim.

Esse gênero da literatura é cheio de peculiaridades que o tornam tão distinto dos demais. Continue lendo para entender as principais delas e usá-las a seu favor na hora de escrever um conto.

 

1. A unidade de efeito

 

Edgar Allan Poe, considerado o pai dos contos, costumava dizer que um conto, diferentemente dos outros gêneros literários, possui um único centro gravitacional. Isso quer dizer que seu tema deve ser bem limitado e deve ser um só.

Para o leitor, isso significa que toda a sua experiência será guiada por apenas um motivo bem explicitado pelo escritor. Deixando de lado as digressões típicas de um romance, a estrutura de um conto se baseia em seu foco temático e expulsa de cena os subtemas que daí poderiam germinar.

Mas o que isso quer dizer para você, escritor? É simples. Quando for escrever um conto, pergunte a si mesmo “de que esta história se trata?” e, então, exclua do papel todas as demais coisas que não exercem influência direta sobre esse tema.

 

2. O suspense em seu sentido mais literal

 

Um conto não precisa ser uma história de suspense propriamente dita, mas precisa ser capaz de suspender a atenção do leitor. Mesmo sem tratar de assassinatos misteriosos, um conto tem como característica a tensão máxima, que faz com que a atenção do leitor seja capturada de modo brusco e mantida em estado de elevação plena até o momento da conclusão.

Justamente por isso, Poe argumentava que o conto deve ser breve e imediato o suficiente para que seja lido em apenas uma investida, sem marca-páginas.

Então, tome nota: se você deseja escrever um conto, abuse de seus artifícios criativos para que ele seja capaz de anunciar, desenvolver e concluir o elemento temático de forma súbita e intensa, sem interrupções ou digressões.

 

3. A circularidade

 

Deixemos as divagações para os romancistas. Se você quer se arriscar como contista, atente-se à estrutura do seu conto como se fosse uma rigorosa escultura que pode desmoronar se o menor dos detalhes estiver fora do lugar.

A ideia de começo, meio e fim no universo dos contos é como um perfeito círculo: o leitor é apresentado ao tema, tem sua experiência completamente elevada para que esta, então, despenque de uma só vez, terminando em perfeita harmonia com o que fora anunciado no início.

Isso não quer dizer que um conto não pode ter um final “em aberto”, apenas que sua conclusão deve ser análoga à proposta que sua introdução colocou em jogo.

Assim, é comum que os contos usem o artifício da reviravolta. Ao apresentar um final que conversa perfeitamente com o início, mesmo que seja para contestá-lo, o conto mantém uma estrutura circular e harmônica e cria uma experiência que, apesar de breve, torna-se carregada de significado.

 

Agora, basta escrever um conto!

 

Agora que você já entrou de cabeça no universo dos contos, tire um tempo para colocar todas as suas ideias mais absurdas no papel. Você pode se surpreender com seu potencial enquanto contista.

E então, gostou do conteúdo? Aproveite para compartilhar seus contos favoritos com outros amantes do gênero! E não se esqueça que você pode se subscrever logo abaixo para não perder os outros artigos.

 

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.