O objetivo deste post é definir qual é o verdadeiro papel de um revisor textual. Preparamos este texto com bastante cuidado, mas estamos sempre à disposição para esclarecer quaisquer outras dúvidas que possam existir nesse sentido.

 

Quais são as atribuições de um revisor de texto?

 

Não é papel de um revisor de texto criar ou reescrever documentos (livros, artigos, textos acadêmicos etc.). Sua função é torná-los mais inteligíveis e acessíveis para o consumidor final. Durante esse processo, o revisor tem duas instâncias: na primeira ele é livre e na segunda fica subordinado ao autor.

Em outras palavras, o revisor tem liberdade para corrigir os erros ortográficos e gramaticais (correção primária), mas, para efetuar a eliminação de problemas filosóficos ou relativos à comunicação (correção secundária), ele primeiro deve estabelecer um diálogo com o autor da obra (em forma de comentários).

Um bom revisor de texto não se apodera de qualquer obra que a ele seja submetida. Nenhuma modificação agressiva deve ser feita, antes que o autor acate a sua sugestão.

O revisor jamais deve tentar “melhorar” qualquer parte importante de um texto baseando-se apenas em sua própria concepção. Porém, seu papel é fundamental, porque serve como uma ponte entre o autor e o leitor final. Costumamos dizer que, enquanto o bom revisor tem um olhar “amorosamente desapaixonado”, o autor tem a tendência de enxergar a sua obra como algo visceral, de modo que qualquer mudança pode causar-lhe desconforto. Assim, quando revisa uma obra, ele se antecipa e elimina os possíveis problemas que, do contrário, seriam alvo de críticas.

 

O revisor não distorce o meu estilo?

 

Talvez fosse muito desagradável se um político, em ocasião de sua posse, submetesse o texto de seu discurso a um revisor que desconsiderasse o seu estilo. Isso provavelmente causaria um impacto muito negativo, tanto para o político quanto para os seus ouvintes, que naturalmente estranhariam a fala do seu representante que, naquele momento, não se expressava com seu modo peculiar.

Portanto, o bom revisor usa a sua criatividade para manter o estilo do escritor o mais original possível. Cada obra é um discurso. Portanto, todo discurso deve incorporar o estilo original de seu autor.

revisão de texto

 

Os dois tipos de escritores…

 

Achamos necessário escrever este artigo porque, como revisores, algumas vezes nos deparamos com duas situações bem distintas, tanto entre si quanto em relação ao que de fato se deveria esperar de um revisor de texto.

São estes os dois tipos de equívocos de escritores, quando desejam contratar o serviço pela primeira vez:

1) o autor é bastante “ciumento” em relação à sua obra e, por isso, fica inseguro diante da possibilidade dela se desvirtuar

De nossa parte, fique tranquilo. Somos uma equipe de revisores profissionais. A nossa missão é examinar a sua obra e livrá-la dos possíveis entraves que possam prejudicá-la – sempre com o devido cuidado para não agredir a essência de seu texto.

2) o autor não ficou satisfeito com o que escreveu e, então, deseja que o revisor a torne mais interessante

Como revisores, o que podemos fazer é averiguar a integralidade do seu texto e corrigir os problemas de inteligibilidade. Se o seu objetivo é completar o seu texto ou reescrevê-lo com o fim de torna-lo mais interessante, na verdade você precisa de um redator ou de um ghostwriter.

Esperamos, com este texto, ter conseguido elucidar quais são as reais atribuições de um revisor de texto. Se você deseja saber mais sobre esse serviço, fique à vontade para nos escrever ou ligar, clicando aqui.

 

Torne isto mais acessível.