(62) 98505-8357 (WhatsApp) [email protected]
Tempo estimado de leitura: 4 minutos

 

A revisão de um texto acadêmico é a última etapa pela qual passam os trabalhos científicos. Assim como em outros tipos de texto, nos acadêmicos, é preciso se certificar de que não escaparam erros ortográficos, de concordância e passagens incoerentes. Além disso, esse grupo de gêneros textuais necessita atender a critérios bem específicos, como de norma, de formatação e de estrutura. Falaremos deles mais adiante.

 

Quem pode revisar um texto acadêmico?

 

Sabemos que os revisores geralmente vêm das áreas das Letras e do Jornalismo. Entretanto, não basta a formação nessas áreas. Um revisor de textos profissional vai acumulando conhecimento e adquirindo experiência somente depois de alguns anos de trabalho. Esses profissionais são capacitados para lidar com a língua, portanto, podem e devem ser procurados sempre que se precisar da revisão de um texto acadêmico.

Vale destacar que há uma especialidade da revisão que também pode ser interessante: a revisão técnica. O revisor técnico é especialista na área trabalhada. Assim, é capaz de diagnosticar problemas de conteúdo e de fundamentação. Entretanto, nem todos eles são habilitados a lidar com a parte textual.

 

Como fazer a revisão de um texto acadêmico

 

A revisão de um texto acadêmico começa no planejamento. Na verdade, isso vale para qualquer produção textual, mas é especialmente importante nesse caso.

Portanto, planejar um texto antes de começar a produzi-lo garante que não iremos sair do tema ou do gênero proposto. Também reduz as chances de que fiquemos parados em certo ponto, sem conseguirmos avançar. Seguir um planejamento é fundamental para evitarmos nos repetir e nos contradizer.

Depois do planejamento e da produção, chega, enfim, a revisão. Neste artigo, vamos propor um método para a revisão de textos acadêmicos. Sua base são os três As: adequação ao gênero, adequação à língua e adequação às normas. Adiante, falaremos de cada um detalhadamente. Confira!

 

Adequação ao gênero

 

Há muitos tipos de textos acadêmicos e científicos. Na graduação, uma das maiores dificuldades dos calouros é dominar todos esses gêneros novos. Apesar de haver um abismo muito grande entre essas duas fases da vida, não é preciso ter medo. Escrever, assim como qualquer outra habilidade, é uma questão de prática.

A etapa de revisão é o momento de garantir que todos os requisitos do gênero foram atendidos. Por exemplo: seu professor pediu que você resenhasse um romance. Quando for revisar o texto, pergunte-se:

  • Atingi a quantidade mínima de laudas/palavras/páginas?
  • Contextualizei a obra antes de começar a resenha?
  • Emiti uma opinião sobre o romance ou só resumi a obra?

Entre outros questionamentos que venham a ser pertinentes.

Para elaborar esses tópicos, é preciso conhecer profundamente o gênero textual sobre o qual se pretende escrever e usar o planejamento como guia.

 

Adequação à língua

 

Esse é o A mais óbvio, aquele que é comum a todos os tipos de revisão. Quando pensamos na atividade de revisar, o que logo vem à mente são os erros ortográficos. Mas não é só disso que a revisão linguística trata.

Além de trocar “s” por “z”, a revisão linguística também garante a coerência do texto (você não pode dizer na introdução que o céu azul e, depois, nas considerações finais, que é verde), a clareza das ideias. Cuida também da fluidez do texto: por exemplo, move orações de lugar, bem como corta trechos repetitivos ou confusos.

A revisão linguística também pensa nos elementos extralinguísticos, tais quais:

  • A linguagem escolhida é adequada ao público-alvo?
  • O público-alvo vai conseguir entender este texto?

Lembre-se de que textos acadêmicos demandam uma linguagem clara, objetiva e impessoal. Ou seja, nada de usar a primeira pessoa!

 

Adequação às normas

 

Os gêneros acadêmicos e científicos são produzidos por pessoas do mundo inteiro. Isso significa que estudantes e cientistas de todo o planeta submetem artigos, dissertações, teses, resenhas… A fim de garantir certa uniformidade, é preciso que se faça uso de normas que padronizem esses trabalhos. Assim, os textos terão mais chances de ser compreendidos e trabalhados.

A respeito da Formatação, o ponto mais importante de um trabalho científico é a bibliografia. Nem todos os manuais falam de espaçamento entre linhas e de margens, mas a maioria (ABNT, APA, Manual de Chicago) aborda a questão das citações detalhadamente.

Isso porque, na comunidade científica, o plágio é levado muito a sério. Identificar as citações, tanto indiretas quanto diretas, garante a originalidade do trabalho.

Mesmo no Brasil, nem sempre a ABNT é usada sozinha. Às vezes, solicita-se apenas a configuração das citações, mas outros parâmetros são adotados ao longo do texto. As normas da APA, que antes eram mais restritas à área da psicologia, estão sendo cada vez mais adotadas. No resto do mundo, já são praticamente regra.

Atentar-se a esse ponto durante a etapa de revisão é extremamente importante. Cada instituição ou periódico pode adotar uma normalização diferente. Caso esses critérios não sejam atendidos, o seu trabalho pode ser rejeitado fazendo com que todo o seu esforço tenha sido em vão.

Alguns temas aparecem na maioria dos manuais. Atente-se a esses pontos. São eles:

  • Margens;
  • Espaçamento entre linhas;
  • Tipo e tamanho da fonte.

E, o mais importante, que vale a pena ser mencionado novamente:

  • A configuração das citações.

Revisores de texto especializados nos gêneros acadêmicos já estão acostumados com esses tópicos, embora cada serviço seja cobrado separadamente. Isso porque é um serviço diferente: a revisão linguística cuida de uma coisa; a formatação, de outra.

 

Revise seus textos acadêmicos e científicos

 

Ainda que você mesmo seja o seu revisor, é muito importante levar essa etapa a sério. Como vimos, textos acadêmicos têm muitos detalhes. Além disso, são gêneros pouquíssimo (ou até mesmo nada) trabalhados durante a vida escolar.

Quando começamos a conviver com eles, ainda estamos “verdes”, digamos assim. Por isso, é normal que surjam entraves e dificuldades. Conte sempre com profissionais capacitados para garantir a qualidade do seu trabalho. Lembre-se de que é o seu nome que estará lá.

Você já tinha o hábito de revisar seus textos acadêmicos? Se sim, usa algum método especial? Conte pra gente nos comentários!

Sugestão:  se você ainda não sente a devida segurança para revisar o seu texto, conte com a gente. Temos uma equipe especializada nisso!

 

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.