(62) 98505-8357 (WhatsApp) [email protected]
Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Você leva uma vida feliz? O que você tem feito com seus estudos? Quais resultados positivos eles já trouxeram para sua vida? Você costuma ler, assistir palestras e workshops? Cursou alguma universidade e se especializou? Já fez uma pós ou um pós-doctor? Para quê?

A maioria (mesmo os iletrados) afirma que estudar é fundamental para quem quer ter sucesso na vida. Há também quem diga que não é exatamente o estudo que vale, mas, sim, aquilo que se faz a partir dele.

Mas talvez a questão seja menos simples, mais sutil. Acreditamos que a falta de sensibilidade para com os próprios sentimentos e aptidões legítimas seja a razão principal do insucesso para a maioria das pessoas.

A alimentação é considerada indispensável ao ser humano. Mas isso não quer dizer que comer indiscriminadamente seja benéfico. Os nutricionistas prescrevem uma alimentação balanceada, combinando os nutrientes mais adequados ao organismo de cada pessoa. Nem sempre a dieta ideal para uma pessoa será adequada para outra, pois tudo depende da constituição física e da saúde de cada um.

Da mesma forma, acreditamos que estudar seja positivo quando se busca inteligentemente adquirir o conhecimento útil e aplicável para a construção de uma vida melhor.

Não faz sentido uma pessoa estudar medicina somente porque médico ganha bem e tem status social admirável; tem que sentir o desejo sincero de cuidar da saúde das pessoas. Quando a realização de alguma tarefa desperta alegria genuína, um prazer talvez desconhecido por aquelas pessoas que realizam diariamente essa mesma tarefa, provavelmente se tenha encontrado a vocação profissional – como autônomo ou empregado.

A vida de quem sente diariamente a genuína alegria de trabalhar fazendo o que gosta, ajudando de alguma forma a outros, sugere mais felicidade do que a vida de quem se esforça sem prazer, apenas para ganhar mais dinheiro e admiração.

Para que ganhar sempre mais dinheiro? — Para poder fazer sempre mais! — diríamos. Consideramos isso perfeito, exceto o aumento da tristeza causado pelo ganho desse dinheiro. Pensamos assim também em relação ao conhecimento.

No segundo parágrafo dissemos que há quem diga que “não é exatamente o estudo que vale, mas aquilo que se faz a partir dele”. Concordaríamos com essa frase se a ela fosse acrescentado um fator que consideramos fundamental, assim: “não é exatamente o estudo que vale, mas aquilo que você faz a partir dele [com o intuito de se tornar uma pessoa mais feliz]”.

A seguinte citação foi copiada na Wikiquote: “Um homem sábio é um preguiçoso que mata tempo com estudo”.[1] Não sei em que contexto o autor construiu tal frase, pois a encontrei solta. Mas, sozinha, ela representaria um modelo de estudo completamente fútil. Por que alguém estudaria apenas para “matar tempo”? Por que esse “homem sábio” tem tanta preguiça? Será que nada na vida o motiva mais do que o hábito de estudar? Quem é feliz tem sempre grandes motivações; e, em última instância, o estudo é apenas um meio – não o fim.

Acreditamos que todo texto deve ser funcional – principalmente se for para divertir. Não gostamos de ler por ler. Inclusive consideramos sensato estudar textos ou obras de que não gostamos, mas se isto contribui para o aumento da felicidade pessoal.

Acreditamos que ler é diferente de bater um papo com alguém que gostamos de estar juntos sem uma razão específica. Na companhia de uma pessoa assim, até o silêncio traz paz.

Cada instituição, livro, método e sistema informacional tem utilidades específicas para as pessoas de suas respectivas áreas. Saber fazer uma boa escolha a respeito do que estudar pode ser mais importante do que a conquista de um título mal escolhido. Um profissional bem sucedido e feliz pode ajudar muito mais à sua comunidade.

Portanto, acreditamos que o estudante perfeito talvez seja aquele que usa seu tempo e sua vida para encontrar o ponto ideal de onde sorverá a alegria genuína que jorra da fonte do próprio coração.

Uma grande quantidade de dinheiro pode fazer muito bem, se contribui diretamente para uma vida feliz. A vida de uma pessoa que busca essa felicidade pode ser simples e, ao mesmo tempo, completa. Uma vida feliz é o resultado das atitudes de uma pessoa sábia.


[1] Tradução de “A learned man is an idler who kills time with study”, do livro Man and superman: a comedy and a philosophy, Bernard Shaw – 1913 – 224 páginas

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso de cookies.